notícias de última hora
Loading...
domingo, 9 de novembro de 2014






O ex. seleccionador nacional, Lúcio Antunes, terminou ontem a sua primeira aventura no futebol profissional, empatando com o Kabuscorp , segundo posicionado, na da 30ª  e última jornada do Girabola , com um empate final a duas bolas ( primeira divisão profissional de futebol angolano).

Apesar de ficar aquém dos objectivos traçados pelo clube de  Sambizanga, o primeiro treinador a levar cabo-verde a uma fase final da CAN, nunca treinou uma equipa profissional de futebol na sua carreira, sendo a sua primeira aventura no exterior. Lúcio era um controlador de tráfego aéreo na ilha do Sal, em alturas dos jogos da selecção nacional de Cabo-Verde era dispensado para treinar a nossa selecção.

O processo é paulatino, a adaptação não acontece de um momento para o outro, a experiência se adquiri de jogo para jogo, de temporada para temporada. Por outro lado, em função dos resultados, a estrutura do Progresso poderá não entender este factor e terminar o contrato com o treinador cabo-verdiano.

 No fundo em África e em campeonatos menos evoluídos, um treinador não tem o espaço de tempo para se adaptar, a exigência é permanente e contínua, algo que não acontece por exemplo na Inglaterra, França etc.
Aguardamos para ver a decisão da estrutura dos “Sambilas”.


Por: William Vieira.

0 comentários:

Enviar um comentário